Biblioteca da USP-São Carlos possui títulos com mais de 200 anos

07.07.2011

A Biblioteca Professor Achille Bassi, situada no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP no campus de São Carlos, é uma das maiores do país nas áreas de Matemática, Estatística e Computação, possuindo em seu acervo mais de 40 mil livros e quase 100 mil fascículos de periódicos. Possui ainda um acervo de obras raras, com 14 livros de Matemática, além de muitos outros livros clássicos, certamente especiais, para os quais ainda deve ser pesquisada a questão da raridade. Os 14 livros raros foram impressos antes de 1841, estão em vários idiomas e vieram de outras unidades da USP, especialmente da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC).

 

A bibliotecária Juliana de Souza Moraes explica que para um livro ser considerado raro são levados em conta vários fatores além da data de publicação ou de produção, como a quantidade de unidades impressas, as técnicas de impressão e de encadernação, a presença e o tipo de iluminuras, o tipo do papel, assim como o conteúdo e o contexto da sua produção.

 

De acordo com a bibliotecária, esses 14 livros do ICMC são considerados raros por um critério brasileiro da Biblioteca Nacional. Nesse critério, todos os livros publicados até 1841 são considerados raros porque após esse período, quando se inicia o Segundo Reinado Brasileiro, se desenvolve a produção gráfica no Brasil, produzindo livros em maior escala.

 

Todos esses fatores convergem em uma série de critérios que tornam o livro raro. Ela explica que esses livros passaram de mãos em mãos até chegarem ao ICMC. “A grande maioria dos livros que temos sabemos que vieram da EESC. Alguns desses livros passaram antes pela Reitoria da USP, que os repassou para a Escola de Engenharia de São Carlos e quando fundaram o ICMC chegaram a nós”.

 

O acervo conta também com muitas revistas e fascículos raros que são anteriores a 1841. Para as revistas, a raridade está tanto nos fascículos, individualmente, como na coleção como um todo. Há mais de uma centena de livros que são muito antigos, posteriores a 1841, considerados clássicos ou especiais. Pode ser que haja alguns raros dentre eles por serem especializados e de autores renomados como Albert Einstein, por exemplo, mas como dito acima necessitam de uma pesquisa mais aprofundada para serem classificados oficialmente como raros.

 

Juliana explica que, para avaliar a raridade dos livros, os bibliotecários fazem cursos específicos. Ela própria já fez cursos com bibliotecários da Biblioteca Nacional e da Biblioteca Histórica do Itamaraty, ambas no Rio de Janeiro. “O que faço aqui é um levantamento preliminar das características que a obra possui, levantando hipóteses, mas esse processo necessita da avaliação de um especialista. Para essa análise usamos obras de referência, dicionários bibliográficos, catálogos antigos e livros históricos que existem para identificá-los”, conclui.

 

Clique no link abaixo para conferir a lista de livros raros já catalogados na biblioteca do ICMC

Lista de livros raros catalogados na biblioteca do ICMC

 

Mais informações sobre a Biblioteca Professor Achille Bassi do ICMC ou sobre o seu acervo, através do telefone: 16-3373 9625, ou por e-mail: eventos@icmc.usp.br

Fonte: Assessoria de Comunicação do ICMC

  • CURSOS
    CERTIFICADOS!
  • Nossos certificados são registrados internamente, associada a uma instituição educacional de ensino presencial, validamos a qualidade e a credibilidade de nossos cursos.
  • SAIBA COMO FUNCIONA

VEJA MAIS CURSOS ONLINE

Pague com:

FALE CONOSCO

REDES SOCIAIS